<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d1246258888334137585\x26blogName\x3dnossorecanto2\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://nossorecanto2.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://nossorecanto2.blogspot.com/\x26vt\x3d3506041004017996495', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
ANA JÚLIA X EU ...


Cada filho é diferente, é um aprendizado...
Pedro sempre foi um menino calmo, obediente e extremamente
reservado.
Para mim, que sou bastante extrovertida, acaba ficando fácil
esse relacionamento.
Ele se espelha em mim e eu vou ensinando como faz para ir se soltando,
enfrentando os amigos mais agressivos ou desrespeitadores.
Já peguei o jeito desse relacionamento.
Com a Ana Júlia, é uma verdadeira luta.
A mocinha é destemida, ousada... a tal da SUPER SINCERA e acaba
inconveniente. Já cansei de passar constrangimentos.
O jeito foi fazer "marcação cerrada".
Mesmo assim, nesses últimos meses a coisa foi saindo de controle.
Ela entrava no quarto do Pedro e no meu (na nossa ausência, claro),
se aproveitando de uns poucos minutos que a Cíntia estava preparando
o lanche e mexia em tudo. Pegava coisas, estragava outras, escondia...
Já conversei, coloquei de castigo e confesso que até já bati!
No final de fevereiro eu estava à beira de um ataque de nervos e
acabei procurando ajuda psicológica para mim!
Na primeira sessão de avaliação eu já cheguei chorando, dizendo que
eu era uma fracassada, que trancava as portas para conseguir que ela
obedecesse a ordem de não mexer no que não era dela.
Para minha surpresa, a psicóloga me disse que eu estava fazendo tudo certo,
que a pequena deve aprender a respeitar os limites.
Diferente do que a maciça maioria me dizia, ela tem idade sim, de saber
que precisa respeitar esses limites.
O que abriu a minha cabeça foi o fato de que ela estava conseguindo atenção
com essas atitudes!
Em 1/2 hora, ela me deu umas dicas de como repreender uma atitude errada, sem
dar demasiada atenção a essa atitude.
A solução sempre esteve na minha cara, mas eu estava cega:
Eu devia parar de "sair do sério" quando ela fizesse algo errado.
Repreenda, coloque de castigo se for necessário, mas mantenha a calma.
Ela deve entender que não consegue a sua atenção com más atitudes.
Foi difícil manter a calma quado a mocinha arrancou as flores da área comum
do prédio... apesar de TODO DIA ser alertada que isso não se faz!
Foi quase um milagre me controlar quando ela deu um "murro" num menino de
8 anos, amiguinho do prédio! Pode?????? Ela tem 5 anos!!!!!
Segui a risca todas as dicas, não me descontrolei.
Repreendi, coloquei de castigo, deixei alguns dias em casa, quando todos os
amigos estavam brincando felizes em lindas tardes... andando de byke, brincando
de esconder e tals.
Além de manter o auto controle, nas poucas vezes que ela fazia algo certo,
eu parava tudo e elogiava, abraçava, beijava e dizia o quanto a amava e me
sentia feliz e orgulhosa por ser sua mãe!
Houve momentos em que eu achava que "a partida estava ganha" e baixava a guarda.
Affff... tudo regredia muito rápido, em questão de horas a coisa ia por água abaixo!
Eu retomava o controle e aos poucos, ia vendo a mocinha me surpreender.
Hoje ainda tranco as portas do meu quarto e do Pedro, mas ela sabe que eu confio
que será por pouco tempo.
Eu disse que vou dar uma chance a ela quando ela fizer 6 anos.
Virou um "mantra" aqui em casa:
Elogios a gente fala, críticas a gente pensa!!!

Na 6a feira, dia 16/03, eu havia prometido a ela que traria 2 amigas para
almoçar e passar a tarde.
Ela estava radiante, mas acabou desobedecendo e fez uma birra quando
contrariada.
Eu alertei para o fato que se ela não voltasse atrás, eu suspenderia a vinda
das amigas.
Pagou pra ver se eu teria coragem de cumprir essa ameaça e perdeu!
Eu liguei para as mães, pedi desculpas mas disse que ela estava de castigo.
Nem acreditei no resultado MEGA positivo.
A menina passou a semana toda sem dar um pingo de trabalho, colaborando
e até oferecendo ajuda em todos os sentidos!
Na última 6a feira, as 2 amigas vieram e ela não se cabia de tanta felicidade.
Brincaram de casinha, de lousinha, de fantasias de princesas... me ajudaram
a fazer cupcakes e ela até hoje me agradece com muitos beijos, abraços e carinhos.
Só posso dizer que a gente sempre deve pedir ajuda quando se sente impotente.
A solução é sempre muito mais fácil do que a gente imagina.
Eu tô feliz! Muito feliz!!!!

Fofasssssss!!!






TÁ SEM TEMPO?????


Na última 6a feira, eu recebi duas amiguinhas da Ana Júlia
para almoçar e passar a tarde.
Ela estava me cobrando desde o início das aulas, mas com o
Durval viajando, eu não conseguia tempo.
Foi uma tarde bem animada e divertida. Sabe que até eu achei que
passou muito rápido? Podiam ter ficado para uma pizza!..hehehehe
Fevereiro foi um misto de alívio (marido dá trabalho!!..rsss)
e sufoco (marido quebra tantos galhos!!..rssss)
Agora em março eu vi na prática que tempo é algo que a gente faz!
Nem eu mesma sei como estou conseguindo, mas minha rotina tem sido assim:
Pulo da cama às 6:00h, levo as cças para a escola, 3 X por semana faço
caminhadas e ginástica localizada.
Depois de um banho refrescante, vou cheia de energia para o consultório.
Busco as cças na escola, almoço e encaro tardes repletas de compromissos.
Novamente, 3 X por semana eu fico de "mãetorista".
As outras duas, eu estou no consultório.
Ainda tenho terapia para a Ana Júlia (EU estou fazendo... assunto para um outro
post!)
Isso sem falar na feira, supermercado, padaria...
Mas sabe que desde o início de março, 2 X por mês, eu tenho um encontro marcado
com amigas para tardes de descontração e soda italiana?!!!!
Nós não abrimos mão!
Não sei se são os exercícios, as cças mais comportadas ou até mesmo as amigas...
a verdade é que parece que tenho sido recarregada com pilhas alcalinas!
Deus conserve! AMÉM!!!

Esse meu marido insiste em me judiar com tais imagens...
Tcs, tcs, tcs...






PURA ADRENALINA !!!


Na última sexta-feira, recebemos visitas.
Adultos batendo papo e cças correndo, gritando
e se divertindo.
No sábado, piscina na parte da manhã e mais visita
a tarde.
Depois da missa das cças, fomos para uma pizzada
no apto de uma casal de amigos... mais cças naquela
gritaria típica..rsss
No domingo, os dois amanheceram resfriados.
Tratei de correr no pronto atendimento para prevenir
qualquer mal maior!
Meninada medicada, apareceu o convite para o teatro.
Claro que pra Ana Júlia sobrava energia e ela aceitou!
A noite, eu dei jantar a eles e coloquei todo mundo bem
cedo na cama! EU precisava descansar..rsssss
Hoje o dia começou a 1000.
Levei cças na escola/caminhada/consultório/buscar na escola/
almoço/reunião/supermercado/levar cças para cortar cabelo/
jantar... ufaaaaaa!!!
Então, enquanto eu respirada fundo, em frente a tv, tentando
me atualizar das notícas, houve esse diálogo:

A.J. - Mamãe, agora eu vou cuidar de vc!
EU - Que bom! Eu tô precisando mesmo de alguém que cuide de mim.
A.J. - Deixa eu ver seus ouvidos... agora a garganta, coração...
Olha, vc vai ter que tomar esse remédio porque senão vc não vai
sarar e vai ter que ficar amanhã o dia inteiro na cama!
EU - Obaaaaaaaaaa!!!! Eu quero ficar amanhã na cama o dia inteiro!
Não vou tomar remédio nenhum! KKKKKKKKKKK
A.J - (Tentando acabar com a minha gargalhada) Olha, mamãe... se vc
não sarar, não vai poder trabalhar e ganhar dinheiro!
EU - Ahhhhh tá, filha... obrigada por me trazer de volta a realidade!!!

No meio do sábado, enquanto eu fazia o almoço, Pedro e Ana Júlia corriam
pela casa na maior euforia.
Pedro decidiu ajudar Ana Júlia a tomar banho e... arrebentou uma folha
do box do banheiro!!!
Entre mortos e feridos, salvaram-se todos!!!
I WILL SURVIVE!!!!






NATIONAL GEOGRAPHIC


Marido tem aproveitado tudo e mais um pouco.
Tem comido muito "bife de chorizo", "lomo com papas
fritas" além do famosíssimo "alfajor"!!!
Sem esposa e filhos por perto, ele tem tempo de sobra
pra descansar e passear.
No último final de semana, ele e alguns amigos alugaram
um carro e foram a lugares com paisagens de tirar o fôlego.
Segundo ele mesmo, paisagens dignas de National Geographic!
Ahhhhhh e a temperatura então???????
Hoje foi quase um record... 22oC!!!
Que invejaaaaaaaaaaaaa!..rssssss
Então só nos resta babar, né????..rssss






SOBREVIVENDO SEM O PAPAI ...


No início nossa rotina foi bem apertada.
Fevereiro foi "pauleira" porque Ana Júlia
não tem o projeto "dia todo" na escola.
Com 5 anos, nem sonho em sugerir que ela tire uma soneca
e haja criatividade para ocupar seu tempo com atividades
divertidas, seguras e interessantes...
Abusamos muito da piscina e brincadeiras com massinhas.

Eu tenho levado as cças para a escola e já emendo com a
minha caminhada 3 X por semana.
(meu propósito para a quaresma, além de não comer doces)
Depois de um banho refrescante, é hora de examinar as
pequenas boquinhas no consultório.
De lá, já vou buscar as cças.
Ainda há o supermercado, feira e idas e vindas levando
filhos ao piano, casa de amigos para a realização de trabalhos
ou simplesmente aceitando convites para almoço/brincar.
Na próxima 2a feira, eu já terei um fôlego brutal com minha
mocinha na escola para a prática do ballet e natação.
Já combinei uma tarde relaxante com duas amigas com muito
papo descontraído regado a soda italiana...
Eu mereço, né??? Iuhuuuuuuu!!!!

Meu mocinho muitas vezes assume o lugar do papai
e põe a mão na massa, lavando a louça...
"Ai que saudades do papai!" by Pedro..rssssss





Essa pequenininha, que as vezes me enlouquece (como
é desobediente e impulsiva!!!), sempre me encanta com
imagens como essa:
Sentada ao lado do Scooby, na mesa de jantar, fingindo
que estão jantando... quem resiste?????..rssss